calculator (3).png
COTAR SEGURO

Quando saber o momento certo em contratar um seguro de vida

26/07/2018

 

 

Aqui no Brasil ainda é muito pouco o número de pessoas que contratam seguro de vida. Apenas 5% da população tem seguro individual e 34% são beneficiários de apólices coletivas (aquelas feitas por empresas a favor de seus funcionários).

 

Independente das estatísticas é fundamental você entender por que é tão importante contratar este tipo de seguro.

 

Assim sendo, por que contratar um seguro de vida? Apesar de ser um assunto que muitos ainda “torcem o nariz” contratar um seguro de vida é fundamental para todas as pessoas que têm dependentes, sejam eles filhos, cônjuge, pais ou um outro familiar que esteja sob sua proteção financeira.

 

Quando você contrata um seguro e coloca seus dependentes financeiros como beneficiários você não está prevendo sua morte.

 

Ao contrário! Você está protegendo o seu bem maior, ou seja, a sua família e seus entes mais queridos, de situações de desamparo quando você vier a faltar.

 

Mas antes de mais nada, já parou para pensar qual o melhor momento para contratar um seguro de vida?

 

Vale a pena esperar, deixar para o futuro e economizar dinheiro pagando por menos tempo? A minha resposta é não e, se você ainda pensa desta forma, saiba que não é bem assim que acontece, porque quanto mais jovem e mais saudável for uma pessoa, mais acessível e vantajoso é o seguro de vida.

 

Portanto, a contratação deve ser feita o quanto antes, porque a gente não sabe o dia de amanhã e, por mais delicado que seja falar sobre este assunto, todos sabemos que imprevistos acontecem e devemos pensar nas diversas situações que poderiam deixar nossa família sem garantia e proteção financeira.

 

E não pense que é preciso gastar muito! As seguradoras têm diversos produtos para atender a todas as realidades. Ao analisar o custo x benefício fica claro que o seguro de vida é barato diante de toda proteção que ele oferece.

 

As coberturas não garantem somente indenizações para os beneficiários em caso de morte do segurado, seja ela natural ou por acidente, pois o seguro de vida abrange muitas outras coberturas que podem ser contratadas, ou não, que também protegem o próprio segurado em vida. Vou destacar somente algumas que são opcionais ou especiais:

  • Invalidez permanente (total ou parcial) por acidente

  • Invalidez permanente (total) causada por doença laborativa ou funcional

  • Diárias hospitalares ou por incapacidade temporária

  • Despesas com médicos e dentistas

  • Segunda opinião médica que garante a análise de exames por especialistas renomados

  • Cesta básica, no caso de falecimento do segurado, entregue à família pelo período contratado

Provavelmente você ainda não saiba, mas existem serviços de assistência aos filhos que estão cobertos pelo seguro de vida de uma mãe hospitalizada como baby sitter ou transporte escolar. E para se manter saudável o que acha de ter ao seu alcance um programa de saúde?

 

Enfim, estas são apenas uma pequena parte, porque o seguro de vida tem uma infinidade de coberturas que podem salvaguardar tanto você, quanto seus dependentes.

 

O ideal é você procurar um corretor especializado em seguro de pessoas (inclusive previdência e seguro saúde) para que ele possa lhe prestar uma consultoria e mostrar como funciona um seguro de vida.

Please reload

Mais lidos
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Please reload

10

QUEM ESCREVE OS ARTIGOS

Olá, sou o Lucas Amaro. Sou formado em Administração de Empresas e na Escola Nacional de Seguros. Tenho 30 anos e trabalho com seguros desde os meus 17 anos. Se tiver alguma dúvida pode me enviar por e-mail:

lucasamaro@cobrasguros.com.br.

COTAÇÃO
RÁPIDA
Please reload

Você também pode gostar