calculator (3).png

As 8 motos mais roubadas no Brasil e o preço de seguro de cada modelo


2 minutos para você ler ;)

[Atualizado em 12 de novembro de 2020]

O mercado de motos no Brasil está bem aquecido e cada vez mais pessoas tem optado por trocar o carro por uma opção que seja mais econômica e prática, principalmente quem não tem como fugir do trânsito diariamente.

Confira: As 10 motos mais vendidas no Brasil em setembro de 2020.

Muitos modelos novos chegaram no mercado para atender essa nova demanda de pilotos com e sem experiência. Modelos de baixa cilindradas são mais fáceis de dirigir e mais econômicas, como as scooter e as street, e essas tem sido a preferência para quem está tirando a carteira agora.

Se você estiver pesquisando uma moto para comprar é interessante saber quais são os modelos que são mais visados para roubo, por isso separei aqui uma lista importante com dados e índices que poderão lhe ajudar na sua escolha.

Imagem 1: Dados demográficos de roubo de motos no Brasil 2020.

Confira abaixo a relação das 8 motos mais roubadas no Brasil e o preço médio de seguro para cada modelos nas principais capitais do país. Caso você queria saber o valor exato do seguro de um modelo para o seu perfil então é só clicar aqui.

Confira: Quais são as motos mais econômicas vendidas no Brasil em 2020.

Para calcular o preço do médio do seguro foi levado em consideração o perfil de um motorista do sexo masculino, com 30 anos de idade, solteiro, morando em apartamento com garagem e sem garagem no trabalho.

1. Honda CG Titan (125 e 150) - 29.336 ocorrências

Preço médio do seguro: R$ 426,00

* Seguro calculado utilizando perfil de principal motorista masculino com 35 anos nas 6 principais capitais do Brasil: Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Fortaleza. Para saber mais, confira todos os detalhes no final desse artigo.

2. Honda CB 250 Twister - 5.946 ocorrências

Preço médio do seguro: R$ 1.180,00

* Seguro calculado utilizando perfil de principal motorista masculino com 35 anos nas 6 principais capitais do Brasil: Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Fortaleza. Para saber mais, confira todos os detalhes no final desse artigo.

3. Honda Biz - 7.059 ocorrências

Preço médio do seguro: R$ 673,00

* Seguro calculado utilizando perfil de principal motorista masculino com 35 anos nas 6 principais capitais do Brasil: Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Fortaleza. Para saber mais, confira todos os detalhes no final desse artigo.

4. Yamaha YBR - 3.370 ocorrências

Preço médio do seguro: R$ 965,00

* Seguro calculado utilizando perfil de principal motorista masculino com 35 anos nas 6 principais capitais do Brasil: Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Fortaleza. Para saber mais, confira todos os detalhes no final desse artigo.

5. Honda NXR 150 Bros - 2.665 ocorrências

Preço médio do seguro: R$ 993,00

* Seguro calculado utilizando perfil de principal motorista masculino com 35 anos nas 6 principais capitais do Brasil: Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Fortaleza. Para saber mais, confira todos os detalhes no final desse artigo.

6. Yamaha 250 Fazer - 1.841 ocorrências

Preço médio do seguro: R$ 1.730,00

* Seguro calculado utilizando perfil de principal motorista masculino com 35 anos nas 6 principais capitais do Brasil: Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Fortaleza. Para saber mais, confira todos os detalhes no final desse artigo.

7. Honda XRE 300 - 1.779 ocorrências

Preço médio do seguro: R$ 2.095,00

* Seguro calculado utilizando perfil de principal motorista masculino com 35 anos nas 6 principais capitais do Brasil: Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Fortaleza. Para saber mais, confira todos os detalhes no final desse artigo.

8. Honda NX Falcon - 1.585 ocorrências

Preço médio do seguro: R$ 2.046,00

* Seguro calculado utilizando perfil de principal motorista masculino com 35 anos nas 6 principais capitais do Brasil: Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Fortaleza. Para saber mais, confira todos os detalhes no final desse artigo.

4 Dicas simples para ajudar a evitar o roubo da sua moto

1° Coloque uma trava

Por mais que tentem os projetistas, ainda não nasceu uma trava de guidão que resista a um ladrão habilidoso. Por isso quanto mais obstáculos melhor, associando pelo menos mais uma trava à original. Existem infinitos dispositivos criados para proteger motos estacionadas, escolha algo prático, rápido e fácil de colocar ou tirar.

2° Escolhe bem o local aonde estacionar

Deixar sua moto estacionada na rua será praticamente inevitável em algum momento. Evite ruas desertas, elas são um convite para bandidos, a noite então é pior ainda. Escolha um lugar onde haja algum movimento nem que isso te obrigue a andar um pouco mais para chegar onde você quer ir.

3° Garagem

Se você mora em casa encontrar um lugar para deixar ela é fácil, mas caso more em condomínio isso pode ser um pouco mais difícil, muitas vezes não possuem vagas disponíveis. Mas se você não possui um seguro de moto, vale a pena investir em um estacionamento mensal.

4° Alerta

Regra básica de todo o motociclista é 100% atenção. Isso vale tanto para os aspectos de pilotagem em si quanto a segurança. Circular na madrugada em lugar deserto e ainda por cima distraído é pedir para dançar. Não é preciso exagerar na velocidade, bastando ficar atento e andar despachado, e não no estilo "procurando endereço".

Como foi calculado o preço de seguro?

Para chegar nos preços médio de seguro de cada carro levei em consideração o perfil de principal motorista homem (o custo geralmente é maior do que mulher), com 35 anos, solteiro, com garagem fechada em apartamento e no trabalho.

Usei como base na pesquisa as 6 principais capitais no Brasil, aonde se concentram o maior número de pessoa, que foi: São, Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Salvador e Fortaleza.

Calculei o preço de seguro em cada uma delas, somei e o valor total fiz a divisão pelo mesmo número de capitais: 6. Confira abaixo a tabela com o preço em cada uma delas.

O Rio de Janeiro é a capital com o valor mais caro para seguro. Isso está diretamente relacionado ao alto índice de roubo e furto de carros na região. Alguns modelos de carro e principalmente de moto nem são aceitos pelas seguradoras.

Artigos mais lidos
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10

QUEM ESCREVE OS ARTIGOS?

Olá, sou o Lucas Amaro. Sou formado em Administração de Empresas e na Escola Nacional de Seguros. Tenho 32 anos e trabalho com seguros desde os meus 17. Se tiver alguma dúvida pode me enviar por e-mail:

lucasamaro@cobrasguros.com.br.

COTAÇÃO
RÁPIDA