calculator (3).png
COTAR SEGURO

8 equipamentos que salvam a vida de todo motociclista

03/06/2020

 

VOCÊ LÊ EM 1 MINUTO

Trocar o carro pela moto tem sido uma ótima alternativa para os brasileiros nos últimos anos, levando em consideração a economia com gasolina somado ao trânsito que se pode evitar, os benefícios tem impactado fortemente nessa troca.

 

Porém no trânsito não se pode brincar, todo o cuidado e atenção são necessários para evitar acidentes. Com a moto esses cuidados precisam ser redobrados, qualquer batida leve pode causar graves ferimentos, invalidez e morte infelizmente são comuns.

 

Confira: Quais são as motos esportivas mais baratas vendidas no Brasil.

 

Pilotos experientes e novatos precisam estar atentos nos principais itens de segurança que existem no mercado. Por isso separei aqui uma lista com os 10 principais equipamentos que todo motociclista deveria ter em casa.

 

Confira os principais equipamentos de segurança para motociclistas

 

1. Capacete (utilizado por 99% do motociclistas*)

 

 

Equipamento óbvio e primordial, o capacete não só é o principal item de segurança para andar de moto como também seu uso é obrigatório. De acordo com a Resolução do CONTRAN n° 453 de 26/09/2016:

 

“Art. 1º É obrigatório, para circular na vias públicas, o uso de capacete motociclístico pelo condutor e passageiro de motocicleta, motoneta, ciclomotor, triciclo motorizado e quadriciclo motorizado, devidamente afixado à cabeça pelo conjunto formado pela cinta jugular e engate, por debaixo do maxilar inferior.”

 

Não existe desculpa para não usar, existem diversos tamanhos, modelos e de todos os preços, se você quer ajuda para pesquisar seu capacete confira aqui quais são os melhores capacetes de moto vendidos no Brasil em relação ao seu custo x benefício.

 

2. Óculos escuros

 

 

Apesar do uso não ser obrigatório, óculos ajudam proteger seus olhos contra possíveis objetos e até mesmo pequenos insetos. Procure usar modelos de acetato (plástico), pois existem registros de óculos em armação de metal que no acidente penetraram no rosto.

 

Outra dica seria dar preferência para lentes de policarbonato, pois são mais resistentes e dependendo do modelo pode aguentar. Não precisa ser um modelo de marca cara, você consegue comprar um pagando entre R$ 250,00 a R$ 400,00.

 

3. Calçado adequado (utilizado por 32% do motociclistas*)

 

 

Depois da cabeça, os pés e tornozelos sãos as partes mais vulneráveis no motociclista, e o pior é que tem muita gente que anda por aí de chinelo e até mesmo com os pés descalços. Usar um tênis reforçado seria o mínimo para manter sua segurança.

 

Mas o ideal é um calçado que cubra acima do tornozelo, como botas ou tênis específicos para moto. Atualmente existem diversos modelos disponíveis no mercado, é só colocar no Google “calçados para motociclistas” e você terá opções que começam em R$ 99,00.

 

4. Jaquetas e calças reforçadas (utilizado por 53% do motociclistas*)

 

 

Esse conjunto é essencial para proteção do corpo em caso de queda e também protege contra os raios ultravioletas do sol, o que muita gente nem percebe. Esses itens não são muito baratos, porém valem o investimento, principalmente se a sua ideia é fazer viagens longas.

 

Fazendo uma pesquisa rápida no Google, jaqueta e calça para motociclista juntos custam em média R$ 380,00 e R$ 195,00. Isso porque esses itens são feitos especificamente para isso e possuem proteções no ombros e joelhos, além do tecido ser bem reforçado.

 

5. Roupa impermeável (utilizado por 31% do motociclistas*)

 

Em complemento ao item 4, ter uma roupa impermeável é essencial para quem anda de moto, a não ser que você não tenha problema em andar todo molhado. Você consegue comprar um kit com calça, jaqueta, polaina e toca por menos de R$ 150,00.

 

6. Luvas (utilizado por 50% do motociclistas*)

 

 

As luvas são importantes não só para proteger as mãos em caso de quedas como também contra o frio, especialmente em viagens mais longas. Os modelos mais comuns encontrados são de material de nylon e do couro, cada um tem seus benefícios.

 

Obviamente que o couro protege mais, porém o calor é maior e talvez em dias mais quentes fique desconfortável o uso. O ideal seria ter um modelo de cada, mas caso não seja possível procure um modelo de material sintético com protetores de PVC e borracha no dorso e nos dedos.

 

Se você jogar no Google “luvas para motociclistas” encontrará opções que vão desde R$ 32,90 até 200,00.

 

7. Pescoceira ou balaclava

 

São dois itens que ajudam a melhorar o conforto e segurança para os pilotos. Primeiro porque ajudam a manter o corpo mais quente contra o frio e o vento e também protege contra eventuais objetos que podem acertar o pescoço, como linhas de pipa.

 

8. Protetor de coluna (utilizado por 9% do motociclistas*)

 

 

Algo pouco utilizado porém com um potencial enorme em aumentar a proteção e segurança da coluna vertebral de quem anda de moto, o protetor de coluna é considerado o anjo da guarda dos motocicletas.

 

Pesando pouco, entre 650 g e 1 kg, os mais efetivos protetores são os que se vestem, fixados ao corpo de modo aderente por meio de faixas elásticas. Menos eficazes, mas ainda assim preferíveis a não usar nada são os protetores incorporados ao forro das jaquetas, cuja eficiência é menor por conta da possibilidade de se deslocarem durante a queda e consequente rolagem pelo solo.

 

* Pesquisa feita com 306 motociclistas.

 

 

Please reload

Mais lidos
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Please reload

10

QUEM ESCREVE OS ARTIGOS

Olá, sou o Lucas Amaro. Sou formado em Administração de Empresas e na Escola Nacional de Seguros. Tenho 30 anos e trabalho com seguros desde os meus 17 anos. Se tiver alguma dúvida pode me enviar por e-mail:

lucasamaro@cobrasguros.com.br.

COTAÇÃO
RÁPIDA
Please reload

Você também pode gostar