calculator (3).png
COTAR SEGURO

Bati meu carro Uber, o que fazer agora?

14/12/2018

 

 

Basta estar no trânsito para correr o risco de se envolver em um acidente, seja você o culpado ou terceiros. Sair de casa de segunda a sexta, principalmente em horários de pico para trabalhar aumentam os riscos ainda mais, então o que dizer de carros que ficam todos os dias, em todos os horários?

 

É esse risco que correm todos os veículos utilizados para transporte de pessoas como Uber, 99Pop, Cabify e demais que existem por aí. Estatisticamente eles estão mais propensos a se envolver em acidentes de trânsito. Então é no mínimo interessante saber o que fazer quando acontecer esse tipo de situação.

 

 

Veja o passo a passo do que fazer quando se envolver em um acidente de trânsito.

 

Verifique se todos estão bem

 

Parece óbvio, mas a primeira coisa a se fazer é, sem dúvida, verificar se todos os envolvidos no acidente estão bem. Se você estiver com passageiros esse cuidado é muito importante, pois caso alguém precise de socorros médicos, quanto mais cedo chegar melhor.

 

Quando a situação for mais grave, existem alguns procedimentos médicos iniciais que podem ser feitos afim de conter o agravamento de estado de saúde dos feridos. Saber os passos de primeiros socorros é uma boa ajuda nessas horas.

 

 

Boletim de ocorrência e remoção dos veículos

 

Após verificar o estado de todas as pessoas envolvidas resta conversar com os envolvidos, quando houver, sobre o acidente e verificar quem foi o culpado, pegar dados e informações como telefone, placa e coisas desse tipo.

 

 

As vezes a situação pode não ser tão simples de ser resolvida, pode não haver um senso comum de quem foi o culpado, ou não ficar muito claro, no entendimento de cada um.

 

Nesses casos o importante é que mantenha-se a calma em último caso a solução seja resolvida judicialmente.

 

É muito comum em acidentes de carros os envolvidos ficarem nervosos e até brigarem. Tente sempre manter a calma para resolver tudo o mais rápido possível e ir embora.

 

 

Tendo um acordo comum, o próximo passo é fazer um boletim de ocorrência e remover os veículos do local. Em algumas cidades, quando não se tem vítimas de trânsito, não é preciso chamar a polícia ou órgão fiscalizador, para realizar o BO na hora. É possível que seja feito através do site das delegacias de cada estado.

 

Mas existem algumas ressalvas que variam entre cada estado. Por isso, o apropriado é que você confirme conforme antes.

 

Assim que possível, remova os veículos do local do acidente. Se o carro estiver andando você mesmo pode levar dirigindo, caso contrário, chame um guincho e leve para o local mais apropriado, sua casa, garagem ou a oficina aonde será feito o conserto.

 

Nessa hora, se você tiver um seguro auto, não esqueça de usar sua assistência 24 horas. O guincho vai levar para a oficina referenciada de sua escolha, e caso o acidente seja de madrugada ou final de semana, seu carro será removido para o depósito da seguradora e no próximo dia útil para a oficina.

 

Se você tiver um seguro auto para poder contar com o serviço de guincho não deixe de ligar e solicitar o serviço.

 

Conserto do veículo e dias parados

 

Feito o boletim de ocorrência e acertado os responsáveis pelo acidente, é hora de cuidar da parte da oficina, ou seja, quanto tempo seu carro irá ficar no conserto. Digamos que esse é o momento mais difícil para quem é motorista de qualquer aplicativo de transporte de pessoas, pois isso significa prejuízo.

 

Se você não faz a menor ideia de quanto isso significa em números, basta fazer uma média do lucro diário e multiplicar pelos dias parados. Sem falar, é claro, no custo total do conserto.

 

Aqui, nesse estágio do processo, é importante que já saiba quem é o responsável pelos gastos e se os veículos possuem seguro. Na teoria, se você for o terceiro (não foi culpado) no acidente, não terá nenhum gasto. Apenas fará um acordo, levará o veículo para a oficina escolhida e aguardar o conserto.

 

Como você usa o carro para uso profissional e sua renda depende disso, é seu direito cobrar da pessoa que bateu os dias parados e o lucro perdido durante esse período.

 

É um processo de certa forma simples, mas exige alguns documentos necessários para comprovar os valores recebidos pelo aplicativo. Se você quiser saber mais sobre esse procedimento, entre em contato comigo que conversaremos melhor.

 

Veja como é o modelo que deve ser solicitado ao aplicativo para comprovar os ganhos médios diários:

 

 

Este documento deverá ser solicitado ao seu aplicativo parceiro para comprovar seus ganhos diários como motorista. Assim poderá cobrar pelos dias parados.

 

 

Se você for o culpado, existem duas possibilidades: você ter ou não um seguro auto. Se possui, entrará em contato seu corretor e com a seguradora e fará abertura do processo de sinistro normal, oferecendo cobertura para terceiros (quando houver).

 

Para o conserto do veículo com seguro segue o processo normal de escolha de oficinas referenciadas da seguradora (ou livre escolha, depende do contrato) e o pagamento da franquia. Já falei em outro artigo sobre como funciona a franquia no seguro auto.

 

 

Sobre os dias parados, em algumas seguradoras você pode contratar o carro reserva para Uber inclusive por tempo indeterminado, ou seja, até que seu veículo fique pronto no conserto. Evitando ao máximo dores de cabeça e prejuízos.

 

DICA IMPORTANTE: Fique atento se a seguradora que você contratou o seguro possibilita que o carro reserva seja utilizado para essa atividade.

 

Na hora de contratar o seguro informando o uso para transporte por aplicativo, a cobertura de carro reserva sempre estará disponível. Porém a maioria das seguradoras liberam somente para uso particular.

 

Então é importante você verificar isso com seu corretor para não pagar por algo que nem irá utilizar, ou pelo menos quando mais precisar.

 

 

DICA: Quando for escolher a oficina, entre em contato previamente para verificar se eles estão com bastantes veículos na frente para consertar. Talvez escolher uma oficina com menos movimento e negociar prazos pode vir como uma grande ajuda.

 

Entrega do veículo e demais observações

 

Carro pronto, problemas chagaram ao fim. Aqui você já deve estar bem ansioso para poder pegar o carro e poder voltar as suas atividades normalmente.

 

Não esqueça de revisar o veículo, se o conserto ficou bom, principalmente nas partes que foram mais afetadas. Se chegou a pegar a parte da mecânica, faça essa revisão com mais cuidado. Todo e qualquer problema que não tenha sido resolvido corretamente é melhor ser informando o mais cedo possível.

 

A princípio, todo o processo não deve ser algo muito estressante e complicado, quando se chega a acordos amigáveis. É claro que sempre estamos sujeitos a lidar com situações desgastantes e até mesmo mais longas.

 

Nessas situações, como falei antes, o melhor sempre é manter a calma e em último caso recorrer judicialmente.

 

Reforço que ter um seguro de carro deixa todo o processo muito mais simples e fácil de ser resolvido. Ao contrário do que muitas pessoas pensam, eles podem evitar grandes prejuízos com o seu carro e com carros de terceiros.

 

Pense nisso, talvez seja uma boa opção para você que é motorista Uber ou qualquer outra plataforma similar.

 

 

Então lembre-se: se você se envolver em um acidente de trânsito não se desespere, fique calmo e siga esse passo a passo que expliquei. Acredite em mim, isso acontece todos os dias em algum lugar na cidade que você mora, na maioria das vezes é algo fácil e simples de ser resolvido.

 

 

 

Please reload

Mais lidos
1
2
3
4
5
6
7
8
9
Please reload

10

QUEM ESCREVE OS ARTIGOS

Olá, sou o Lucas Amaro. Sou formado em Administração de Empresas e na Escola Nacional de Seguros. Tenho 30 anos e trabalho com seguros desde os meus 17 anos. Se tiver alguma dúvida pode me enviar por e-mail:

lucasamaro@cobrasguros.com.br.

COTAÇÃO
RÁPIDA
Please reload

Você também pode gostar