top of page
  • Lucas Amaro

As 10 motos mais rápidas do mundo


motos-mais-rapidas-do-mundo

Confira quais são as 10 motos mais rápidas do mundo em 2022. Na lista temos modelos que não são mais fabricados e modelos novos.


10° Yamaha YZF R1 – 298 km/h


yamaha-YZF-R1

Desde seu lançamento em 1997, a Yamaha YZF-R1 sofreu poucas alterações, sendo a mais significativa em 2009.


Ano que foi equipada com o novo motor de 4 cilindros em linha com tecnologia Crossplane, um virabrequim com tecnologia vinda diretamente das YZR-M1 utilizadas pela equipe oficial de fábrica do MotoGP.


Em 2015 surge uma nova geração da YZF-R1, um grande salto em relação ao modelo anterior, agora mais moderna em tecnologia eletrônica.


Em 2020 chega mais refinada e compatível com as mais severas normas do Euro 5, repensada para melhorar o desempenho em todas as solicitações.


09° BMW S 1000 RR – 303 km/h


BMW-S-1000-RR

A BMW S 1000RR é uma esportiva orientada para as corridas, inicialmente criada pela Motorrad para competir no Campeonato Mundial de Superbike.


Agora em produção comercial, o modelo foi introduzido em 2009, sendo considerado a moto esportiva mais bem equipada na categoria 1000 cc.


A S 1000RR chegou de fábrica com ABS e controle dinâmico de tração, novidades para as primeiras superbike de rua da época.


08° Suzuki GSX 1300R Hayabusa – 312 km/h


Suzuki-GSX-1300R-Hayabusa

Em 1999, o mundo parou para contemplar a nova moto saída das instalações da fábrica de motos da Suzuki no Japão, a Suzuki Hayabusa, também conhecida como GSX-1300R.


Os números da Hayabusa chocavam uns, mas também não agradaram a algumas pessoas, incluindo políticos e chefes de estado europeus que ameaçavam parar com as exportações para a Europa.


Por isso em 2001, foi decretado um Acordo de Cavalheiros entre os principais fabricantes em que o acordo era limitar as motas a 299km/h.


Mas em 2008 a Hayabusa ganhou as primeiras alterações graças aos ataques da Kawasaki com a Ninja ZX-12R e com a Ninja-ZX14, ganhando aumento de 22cv e de 42cc, sua velocidade máxima passou para 312 km/h.


07° Aprilia RSV4 1100 RR Factory – 316 km/h


Aprilia-RSV4-1100-RR-Factory

A Aprilia RSV4 Factory é uma superbike premium no topo da sua categoria, desenhada para pilotos que procuram a melhor performance sem comprometer a qualidade e a segurança que são sinónimos de Aprilia.


A potência permanece nos extraordinários 217 CV às 13000 rpm. Agora regulamentar com as normas Euro 5, ultrapassa a barreira dos 305 km/h.


Vem agora também dotada na nova centralina Magneti Marelli 11MP e com um novo sistema de escape mais leve e com reduzida inércia térmica.


06° Honda CBR 1000 RR Fireblade SP – 329 km/h


Honda-CBR-1000-RR-Fireblade-SP

A Honda CBR 1000RR-R Fireblade SP 2022 chega, para manter-se no topo das motos esportivas.


Já conquistou diversos prêmios em 2021, o modelo surge renovado por meio de novas tecnologias, motorização, aerodinâmica e muito mais.


O motor de quatro cilindros em linha e 1.000 cc da CBR 1000RR-R Fireblade é completamente novo. O pico de potência alcança 216,2 cv a 14.500 rpm e o torque máximo é de 11,5 kgf.m a 12.500 rpm.


05° Ducati Panigale V4R – 331 km/h


Ducati-Panigale-V4R

A Panigale V4R aumenta ainda mais o desempenho e eleva a corrida para outro patamar, seja para amadores ou profissionais. Uma série de aprimoramentos facilita a condução, deixando mais fácil de pilotar e menos cansativa, ao mesmo mantendo o DNA esportivo.


Os engenheiros da Ducati e Ducati Corse analisaram os números de feedback e dados dos clientes de todo o mundo e dos eventos do Campeonato Mundial de Superbike.


Uma série de alterações aerodinâmicas, de chassi, de controle eletrônico e de mapeamento Ride by Wire: projetadas para aumentar a estabilidade e a velocidade de rotação, alterando e facilitando o fechamento de curvas garantindo aos pilotos um controle do acelerador mais confiante.


04° Kawasaki Ninja ZX-14R – 335 km/h


Kawasaki-Ninja-ZX-14R

A Kawasaki Ninja ZX-14R possui um motor de 1352 cc, com mais de 200 cavalos de potência máxima.


Apesar desta sua vocação para altas velocidades, a motocicleta apresenta uma pilotagem confortável e aerodinâmica para ter um bom desempenho tanto nas retas como nas curvas.


Considerada uma das máquinas mais rápidas em duas rodas do mundo, é reconhecida internacionalmente como uma das motocicletas preferidas daqueles que buscam o que mais de mais sofisticado e inovador em uma motocicleta.


Motor O motor estreito, chassi monobloco e tanque de combustível afunilado, fazem com que o encaixe dos joelhos durante a pilotagem seja confortável.


03° Lightning LS-218 – 350 km/h


Lightning-LS-218

A Lightning LS-218, é a superbike elétrica mais rápido do mundo em produção. Foi apresentada no Quail Motorcycle Gathering, na Califórnia. Está sendo vendida por encomenda pela site e tem preços diferentes nos EUA e na Europa.


Em teste no deserto de sal de Bonneville, nos EUA, a motocicleta marcou 350 Km/h. O motor é refrigerado à água, produz mais de 200 cv e 228 nm de torque. Tem autonomia de 160 Km e a sua recarga é rápida, com duração de 30 minutos em tomadas de energia padrão.


A Lightning havia estabelecido uma meta desde 2009, que envolvia competir contra as melhores motos a gasolina.


E foi em Junho de 2013, em Pikes Peak, a superbike elétrica conquistou o primeiro lugar em uma competição contra 93 outras motocicletas, envolvendo as elétricas e à gasolina, com pouco mais de 20 segundos de vantagem


02° MTT Turbine Superbike Y2K – 365 km/h


MTT-Turbine-Superbike-Y2K

A MTT Turbine Superbike, muitas vezes denominada apenas como Superbike, mais conhecida como Y2K Turbine Superbike, é a segunda motocicleta do mundo com tração e motorização à turbina a jato, criada por Ted McIntyre da Marine Turbine Technologies Inc.


Alimentado por um motor turbo eixo Allison Model 250, produzindo 238 kW (320 cv), a moto tem uma velocidade registrada de 227 mph (370 km / h), com um preço de E.U. $ 150.000 (E.U. $ 185.000 em 2004).


É reconhecida pelo Guinness World Records como a motocicleta de produção "mais poderosa" e "a moto mais cara em produção."


01° Kawasaki Ninja H2R – 400 km/h


Kawasaki-Ninja-H2R

Quando foi apresentada em fins de 2014, a Kawasaki Ninja H2R assombrou o mundo, por suas ousadas soluções de engenharia e propostas de potência e velocidade.


O projeto foi desenvolvido em cooperação com outras áreas industriais da marca, que começou como estaleiro, fabricando navios e se transformou em um conglomerado de indústrias, incluindo a divisão aeroespacial, que desenvolveu as linhas aerodinâmicas.


O resultado foi um desenho estiloso, cheio de apêndices que funcionam como asas invertidas, que, em vez de ajudar a decolar, empurram a moto no chão, exatamente para conservar a estabilidade e não sair voando em altas velocidades.


A Ninja H2R é tão exclusiva e singular, que sua produção foi limitada e sua comercialização mundial feita sob encomenda, para ser entregue muitos meses depois, e mesmo assim, se o futuro candidato entrar na fila e depositar nada menos que equivalentes a R$ 357 mil para garantir sua produção.

Comments


bottom of page