calculator (3).png

5 Coisas que você precisa saber antes de contratar um seguro de celular


Por que contratar seguro para celulares? Por estarem cada vez mais repletos de tecnologia estes aparelhos se tornaram muito valiosos. Processadores, câmeras e telas de última geração deixaram os telefones móveis tão completos a ponto de até substituírem, em muitas situações, um computador. Estas inovações valorizando os celulares com o passar do tempo. Há quem diga que o processador é o maior responsável pelo preço elevado. Mas na verdade, todos os componentes contribuem para isso. Quanto melhor for a tecnologia, o desempenho e a capacidade de memória, mais caro será o preço final. Quando investimos alto para adquirir um celular (alguns modelos chegam a custar mais de R$ 10.000,00, como o Iphone X), não queremos que ele quebre ou seja roubado. Mas, então, o que é preciso saber antes de contratar um seguro de celular?

Roubo e furto qualificado

O simples desaparecimento do aparelho (furto simples ou sem evidências) e perdas não têm cobertura. Geralmente as seguradoras indenizam somente roubo e furto qualificado. Fique atento a isto quando for cotar o seguro para o seu celular. Converse com um corretor e esclareça esta questão, pois seu aparelho não será ressarcido se apenas sumir de sua mochila enquanto estiver em um transporte público a caminho do trabalho, por exemplo. É impossível para uma seguradora evitar fraudes e para incluírem este tipo de cobertura o custo subiria consideravelmente, tornando totalmente inviável a contratação do seguro pelo consumidor.

Quedas

Outro acidente que acontece muito com estes pequenos aparelhos é a queda. Se o celular cair e a tela quebrar a indenização só ocorrerá se ficar entendido que não houve a responsabilidade do segurado. Existem várias exclusões que você precisa ficar ciente para não ser pego de surpresa, como a inexistência de cobertura para um celular que cair na piscina. Franquia e carência

Geralmente a participação do segurado é de 25% sobre o valor total do aparelho, ou do reparo do celular. Para falar de uma forma bem resumida o segurado será indenizado pelo valor do conserto, menos a franquia que consta da apólice. Estes detalhes são importantes, pois é comum as pessoas contratarem um seguro sem conhecer suas regras e depois se depararem com surpresas por falta de conhecimento. Veja também se existe carência, pois é possível que a seguradora coloque um período mínimo para o uso do seguro, que pode ser de 30 dias.

Preço e indenização

O custo é precificado de acordo com o valor do celular e das coberturas contratadas. Você pode solicitar uma cotação on-line para ter uma ideia de quanto pagaria para proteger seu aparelho. Somente avaliada várias seguradoras você poderá contratar um seguro de celular mais barato e que lhe atenda no caso de um sinistro. Outro fator que você deve analisar é a indenização no caso de uma perda total. Você pode receber um outro aparelho ou o valor de mercado em dinheiro.

Nota fiscal e Boletim de ocorrência

São dois documentos que as seguradoras exigem, portanto guarde muito bem a nota fiscal do seu aparelho. Caso você tenha comprado seu aparelho fora do Brasil, é preciso da nota fiscal do país de origem. Em caso de um roubo, ou furto qualificado, providencie, o mais rápido possível, um BO.

Observando estes pontos que destaquei você irá contratar um seguro adequado às suas necessidades.

31 visualizações
Artigos mais lidos
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10

QUEM ESCREVE OS ARTIGOS?

Olá, sou o Lucas Amaro. Sou formado em Administração de Empresas e na Escola Nacional de Seguros. Tenho 32 anos e trabalho com seguros desde os meus 17. Se tiver alguma dúvida pode me enviar por e-mail:

lucasamaro@cobrasguros.com.br.

COTAÇÃO
RÁPIDA