top of page
  • Lucas Amaro

Seguro de câmera fotográfica: Guia completo


seguro-camera-fotografica-guia-completo

O que é um seguro de câmera fotográfica?


O seguro de câmera fotográfica é uma proteção feita para você, que usa sua câmera ou qualquer outro equipamento fotográfico, tanto para uso profissional ou pessoal.


Em casos de acidentes, como por exemplo a câmera cair no chão e quebrar, você irá receber o valor do equipamento.


Para isso, você precisa fazer o contrato, também chamado de apólice, realizado através de uma corretora de seguros especializada nesse ramo.


Não existem limites de valores e quantidades de equipamentos, então você pode incluir: câmeras, lentes, flashs, tripés, estabilizadores, luzes, mochilas, bateria, carregadores.


Ou seja, quase todos, exceto drone. Para esse equipamento somente o seguro RETA, que cobre danos materiais e corporais a terceiros.


Quais coberturas cobre no seguro de câmera fotográfica?


O seguro de câmera fotográfica oferece cinco tipos de coberturas para você escolher. E a cobertura de danos físicos (quebra acidental) é obrigatória, ou seja, não é possível tirar.


Cobertura danos físicos (obrigatória)


Cobre danos causados por quebra acidental, causados a sua câmera ou equipamentos.


  • Exemplo: você está fazendo um trabalho na rua e sua câmera cai no chão e quebra.


Cobertura de roubo e furto qualificado


Cobre indenização em caso de roubo, quando possui ameaça direta. Ou então em caso de furto qualificado, quando fica alguma prova ou vestígio do fato.


  • Exemplo de roubo: assalto a mão armada;

  • Exemplo de furto qualificado: arrombamento do estúdio de fotografia.


Cobertura de danos por líquidos


Cobre danos causados por oxidação e danos causados por queda de qualquer tipo de líquido.


  • Exemplo: você está na rua fazendo um trabalho e começa chover.


Cobertura de danos elétricos


Danos causados por curto circuito, variações anormais de tensão, calor gerado acidentalmente por eletricidade, descargas elétricas, eletricidade estática, bem como os danos causados pela queda de raio.


  • Exemplo: sua câmera está ligada na rede elétrica e sofre uma tensão.


Cobertura de garantia internacional


Cobre todos os danos das coberturas contratadas, porém fora do território nacional.


  • Exemplo: você está viajando fora do Brasil e sua câmera é roubada.


Como funciona a indenização do seguro?


A indenização do seguro de câmera fotográfica é muito simples, e na maioria dos casos rápida. Após enviar os documentos, a seguradora leva cerca de 7 dias úteis para indenizar.


Importante você saber que a indenização sempre será feita em dinheiro, através de crédito em conta. E não substituindo o equipamento.


Documentos em casos de danos físicos, danos elétricos e danos líquidos:


  • Identidade;

  • Comprovante de residência;

  • NF ou qualquer outro documento que comprove a pré-existência do equipamento;

  • Orçamento do conserto, emitido por uma empresa com CNPJ, e;

  • Link de uma loja on-line com o mesmo modelo do equipamento, ou similar.


Documentos em casos de roubo ou furto qualificado:


  • Identidade;

  • Comprovante de residência;

  • NF ou qualquer outro documento que comprove a pré-existência do equipamento;

  • Boletim de ocorrência, e;

  • Link de uma loja on-line com o mesmo modelo do equipamento, ou similar.


Esses são os documentos básicos exigidos, e geralmente não são solicitados extras. Porém, a qualquer momento do processo de indenização a seguradora poderá solicitar novos documentos, fora dessas listas.


Quando isso ocorre é porque o sinistro está passando sindicância, ou seja, quando as informações enviadas não conferem com o que foi relato no acidente.


O tempo de indenização poderá ser maior e, em alguns casos, até mesmo uma entrevista pessoal pode ser solicitada.


Quanto custa um seguro de câmera fotográfica?


O preço de seguro de câmera fotográfica custa entre 3% até 8,5% do valor do equipamento. Vai depender das coberturas contratadas.


Confira na tabela abaixo quanto cada cobertura custa no seguro, considerando uma câmera fotográfica de R$ 10 mil.


Lembrando que a cobertura de danos físicos é obrigatória, então os valores para as demais coberturas já estão considerando-a.


Cobertura

Preço seguro (R$)

Percentual (%)

Danos físicos (quebra acidental)

R$ 302,00

3%

Roubo e furto qualificado

R$ 607,00

6%

Danos elétricos

R$ 409,00

4%

Danos líquidos

R$ 451,00

4,5%

Garantia internacional

R$ 315,00

3%

Todas as coberturas

R$ 846,00

8,5%


Esses valores podem variar de acordo com os itens incluídos no seguro. O percentual para lentes, flashs, mochilas e demais, são diferentes.


Se você quiser saber quando custa o seguro para sua câmera e/ou seus equipamentos, acesse nosso formulário rápido.


Qual o melhor seguro de câmera fotográfica?


O melhor seguro de câmera é aquele que atende suas necessidades e você sabe exatamente o que cobre.


As seguradoras oferecem praticamente as mesmas coberturas, mudando apenas a franquia na hora da indenização.


Você precisa estar ciente do que está contratando e a abrangência do seguro, para não ter surpresas na hora de usar.


Aqui na corretora trabalhamos com a Porto Seguradora, uma das maiores empresas do mercado, com mais de 77 anos.


Atualmente ela possui nota 7.4 no site Reclame Aqui, com 26.922 reclamações e 26.508 respondidas.


porto-seguradora-reclame-aqui
Imagem 1: Nota Porto Seguradora Reclame Aqui.

Nas redes sociais, ela tem 222 mil seguidores no Instagram e seu perfil é verificado:


instagram-porto-seguradora
Imagem 2: Instagram Porto Seguradora.

No Facebook ela possui mais de 1 milhão de curtidas e mais de 1.5 milhões de seguidores:


facebook-porto-seguradora
Imagem 3: Facebook Porto Seguradora

Ela também está em 3° lugar no ranking das maiores seguradoras do Brasil de 2022, segundo a revista Exame:


ranking-porto-seguradora-revista-exame
Imagem 4: Ranking Porto Seguradora revista Exame.

Como contratar um seguro de câmera fotográfica?


Para contratar um seguro é muito simples. Peça a cotação de seguro através de uma corretora especializada, enviados o modelo e valor do equipamento.


Após receber os valores, tire duas dúvidas com o especialista e contrate as coberturas que achar necessárias.


Para o seu contratar ser feito você vai precisar informar o seguinte:


  • CPF do proprietário do equipamento:

  • RG:

  • NF e número de série:

  • Na falta da NF, enviar fotos, manuais, embalagens, comprovante de pagamento:

  • Endereço completo:

  • Profissão:

  • Forma de pagamento:


Você vai receber a proposta de seguro no mesmo dia da contratação, e também receberá por e-mail para assinar de forma digital.


Importante você saber que o seguro começa valer no mesmo dia, e todas as coberturas são zero carência.


Dúvidas mais frequentes


1. Como funciona o seguro para equipamentos alugados para terceiros?


Na hora de contratar será necessário informar que o equipamento será utilizado para locação. O valor do seguro será diferente, pois o risco será maior.



2. Seguro cobre furto simples?


Não, cobre apenas furto qualificado, quando existe alguma prova ou evidência do fato. Furto simples, como esquecimento ou desaparecimento não possui cobertura.


3. Quando o seguro começa valer?


O seguro começa valer

no mesmo dia da contratação, e todas as coberturas são zero carência.


4. Quanto tempo demora para indenizar?


A seguradora leva em média 7 dias úteis após o envio de todos os documentos. Em alguns casos pode demorar mais.


5. Em caso de roubo, o equipamento é substituído?


Não, a indenização sempre é feita através de pagamento no crédito em conta do segurado(a).


6. Precisa da nota fiscal para fazer o seguro?


Não, mas na falta da NF será necessário enviar outros documentos que comprovem a pré-existência do equipamento. Exemplos: fotos, manuais, embalagens, recibos, comprovantes de pagamento (Pix, extrato bancário, fatura cartão, etc).


7. Comprei a câmera fora do Brasil, consigo fazer seguro?


Sim, consegue. Você pode usar a NF do país de origem ou o invoice. Na falta desses, poderá ser outros documentos que comprovem a pré-existência, como: fotos, manuais, embalagens, recibos, comprovantes de pagamento (extrato bancário, fatura cartão, etc).


8. Posso incluir outros equipamentos fotográficos no seguro?


Sim, pode. É possível incluir lentes, flash, tripé, luzes, estabilizadores, mochilas, bateria, carregador. Quase todos os itens são aceitos, menos drones.

Comments


bottom of page