Franquia no seguro: como ela funciona


como-funciona-franquia-no-seguro


Para não dizer que são todos, porque eu realmente não conheço todos os tipos de seguros que as seguradoras oferecem aqui no Brasil, mas a maioria dos deles possuem algum tipo de franquia.


E o que mais me deixa preocupado é o fato de que muitas pessoas compram uma apólice sem nem saber o que é e como funciona a franquia no seguro. Muitas vezes a culpa é de quem está vendendo essa apólice, pois acho que ela tem obrigação de deixar essa informação clara.


Se você não faz ideia do que é franquia ou se tem dúvidas de como ela funciona, então eu vou esclarecer de uma vez por todas aqui nesse artigo. É algo extremamente simples e fácil de entender mas que possui um peso gigante na hora mais importante: quando precisa usar.


Então confira o que é uma franquia, quais são os tipos de franquias que existem, quando você deve ou não pagar por ela e como escolher a melhor franquia para o seguro que você está pesquisando comprar.


O que é uma franquia?


Franquia, ou também chamada de participação obrigatória do segurado(a), é a sua participação financeira no momento que precisar acionar o seguro. Ou seja, quanto você terá que gastar para receber sua indenização feita através de uma seguradora.


A franquia existe basicamente por dois motivos: (2) para evitar que o seguro seja acionado toda hora e de forma desnecessária, e (2) reduzir o preço cobrado pelo seguro.


Importante comentar aqui que a franquia está diretamente ligada ao preço final do seguro. Quanto maior o valor da franquia, menor será o valor do preço pago e vice-versa.


Toda e qualquer franquia precisa ser estabelecida antes da contratação do seguro, assim que está comprando o serviço sabe qual será a sua participação máxima na hora do sinistro.


Quais são os tipos de franquias que existem?


Cada tipo de seguro possui uma franquia estabelecida previamente. A franquia mais conhecida é a do seguro de carro, que possui maior adesão de contratação pelos brasileiros.


Porém existem outros tipos que são estabelecidas, principalmente, no seguro residencial, seguro empresarial no seguro profissional. Por isso é importante você saber qual o tipo que será cobrada na sua apólice.


Veja em detalhes como funciona a franquia no seguro residencial.


Existem dois tipos de franquias: simples e dedutível, sendo que cada uma dessas possuem variações. Essas variações podem mudar entre cada seguradora, mas seguem uma mesma regra.


Franquias Simples ou Fixa


Presentes nos seguros de veículos no geral, como seguro de carro, seguro de moto e seguro de caminhões. É aquela franquia que é necessário fazer o pagamento do valor previamente acordado para receber a indenização da seguradora.


Veja em detalhes como funciona a franquia no seguro de moto.


Para ter direito a acionar o seguro, o valor do prejuízo precisa ser igual ou maior que o valor da franquia simples previamente estabelecido na apólice. Confira suas variações:


Franquia Simples Básica: também conhecida como franquia alta. É uma opção de franquia para reduzir o preço final da apólice, porém a sua participação financeira na hora de acionar o seguro será maior.


Franquia Simples reduzida: também conhecida como franquia baixa. É uma opção para reduzir sua a participação financeira do segurado(a) na hora de acionar o seguro, porém o preço pago pela apólice será maior.


Franquia isenta: algumas seguradoras oferecem a opção de isenção da franquia, porém fique atento as cláusulas dessa opção. Geralmente a isenção é feita apenas para o primeiro sinistro indenizável.


Franquia majorada: uma opção de franquia básica que tem como objetivo reduzir o preço final da apólice. Porém você precisa saber que sua participação financeira na hora de acionar o seguro será ainda maior do que a franquia simples básica, mencionada acima.


Franquias Dedutíveis


Presentes nos seguros residencial, seguro empresarial, seguro de condomínio, seguros de responsabilidade civil, seguro de câmera, seguro de notebook, seguro de celular.


A franquia dedutível é aquela em que a sua participação financeira na hora de acionar o seguro é descontada direto da indenização, ou seja, você não precisa fazer o pagamento para receber.


Geralmente ela fica descrita da seguinte forma na apólice “10% das indenizações com valor mínimo de R$ xx,xx”. Para ter direito acionar o seguro os valores de prejuízos precisam serem iguais ou maiores do que o valor mínimo estabelecido.


Quando você deve ou não pagar a franquia


Como já mencionei anteriormente, a franquia existe para inibir o seguro desnecessário do seguro e também para reduzir o preço pago pela apólice contratada. E também que a maioria dos seguros possuem algum tipo de franquia.


Porém nem sempre será necessário o pagamento da franquia para você poder acionar seu seguro, então fique atento para não ser cobrado(a) de forma indevida. Isso é algo difícil de ocorrer, pois a cobrança da franquia geralmente é feita diretamente pela seguradora ou oficina.


Mas você pode conferir quando existe ou não a franquia, ela sempre estará descriminada na sua apólice de seguro, identificada com a cobertura relacionada. Abaixo trago dois exemplos aonde ficam as descrições da franquias, no seguro de carro e outro no seguro residencial.


franquia-apolice-seguro-auto
Imagem 1: Apólice de seguro automóvel Bradesco Seguradora.

Veja como é fácil identificar qual o valor da franquia contratada na apólice de seguro de carro. Valor de R$ 3.905,12 e trata-se de franquia simples, ou seja, o seguro somente será acionado quando o valor do conserto for igual ou maior ao valor da franquia.


Importante comentar aqui que no seguro de veículos, a franquia é cobrada apenas em casos de perda parcial, perda total não possui cobrança de franquia. Agora confira a franquia em uma apólice residencial.



franquia-apolice-seguro-residencial
Imagem 2: Apólice de seguro residencial Porto Seguro Seguradora.

Aqui no seguro residencial a franquia é do tipo dedutível e observe que nem todas as coberturas do seguro possuem cobrança de franquia, como o caso da cobertura de roubo e furto de bens.


Sempre haverá a descrição da franquia na apólice, mas caso você tenha alguma dúvida poderá sempre consultar seu corretor de seguros.


Como escolher a melhor franquia?


Falar que existe a melhor franquia pode ser algo um pouco subjetivo, pois pode ser considerada uma questão pessoal, pois está diretamente ligado ao valor pago pela apólice de seguro.


Porém o conselho que eu sempre passo para nossos cliente aqui na corretora é que a melhor franquia é aquela que você pode pagar. Não adianta você querer economizar na hora de contratar o seguro e quando precisar acionar não tem dinheiro para pagar a franquia.


E isso é um exemplo que já vi algumas vezes, mesmo deixando muito claro como funciona a franquia, muitas vezes o cliente quer contratar com a opção pela opção de maior valor para pagar menos no seguro.


Outra dica que sempre gosto de passar é que a franquia é uma despesa inesperada, você não sabe quando precisará pagar. Pode ser que contrate o seguro e na outra semana tenha que gastar com ela.


Já o preço do seguro é algo que você consegue fazer um planejamento financeiro, é uma despesas esperada. Por isso acredito que ter um gasto menor inesperado pode ser a melhor alternativa nesse caso.



cotar-seguro-carro

5 visualizações

Posts Relacionados

Ver tudo
calculator (2).png
COTAÇÃO
RÁPIDA

Obrigado. Em breve lhe enviaremos.

ARTIGOS EM DESTAQUE