Seguro profissional para veterinários: como funciona?


seguro-profissional-veterinario

Você já ouviu falar sobre seguro profissional para veterinários? Se a sua resposta foi não, você chegou no lugar certo. Eu vou te falar todos os detalhes de como funciona essa modalidade de seguro.


Diversos profissionais correm certos riscos ao longo da sua atividade, principalmente aqueles que são da área da saúde, como dentistas, médicos e você veterinário(a). Infelizmente pode acontecer algum acidente com um bichinho e até ele morrer.


É para isso que serve um seguro de responsabilidade civil veterinário, ou também chamado de seguro profissional veterinário. Para cobrir essas despesas inesperadas sofridas de forma judicial contra o profissional durante o exercício da sua profissão.


O que é e como contratar um seguro profissional?


Um seguro profissional serve para proteger e amparar os profissionais que cometerem quaisquer erros e/ou omissões durante o exercício da sua atividade, e que acabem causando algum dano a terceiros/pacientes.


E vale sempre lembrar que qualquer tipo de seguro é sempre contratado através de um corretora. Ela será responsável por apresentar quais as melhores opções entre as seguradoras que trabalha e também as coberturas e serviços adequados ao seu perfil.


Escolhendo o seguro certo, você irá trabalhar mais tranquilo, sabendo que se algum acidente acontecer, poderá contar com o seguro para cobrir as despesas.


Como funciona o seguro profissional para veterinários?


Este tipo de seguro funciona a base de reclamação. Isso quer dizer que ao contratar uma apólice, você irá acionar a somente quando for acionado(a) judicialmente por terceiros.


Em alguns casos, quando previamente acordado, o seguro pode ser acionado sem a necessidade de ocorrer a ação judicial. Isso acontece quando a culpa pelo erro cometido fica clara.


Vigência do contrato, como funciona?


O contrato possui vigência de um ano, podendo ser renovado no final. Importante ressaltar que ele oferece, sem custo adicional, o prazo complementar por mais um ano, cobrindo as reclamações feitas nesse período. Confira a imagem abaixo para entender melhor:


praz-complementar-seguro-responsabilidade-civil

Ainda assim é possível contratar, pagando valor adicional, mais um ano de cobertura após o final do prazo complementar. O chamado prazo suplementar, atenderá as reclamações que forem feitas após o prazo complementar cessar. Confira a imagem abaixo para entender melhor:


praz-suplementar-seguro-responsabilidade-civil

Quanto custa um seguro profissional para veterinários?


O preço do seguro profissional para veterinários vai depender do valor máximo de indenização escolhido. Esse valor pode variar entre R$ 100 mil e R$ 2 milhões.


O custo médio fica entre 0,5 até 0,8% do valor, então se você optar por uma indenização de até R$ 200 mil, por exemplo, o custo do seguro será de R$ 625,00 por ano.

Coberturas do seguro profissional veterinário


Confira as coberturas que estão disponíveis no seguro profissional para veterinários e confira como cada uma delas pode ajudar você a se proteger contra eventuais erros ou reclamações feitas judicialmente:


Serviços Profissionais


Ampara o profissional por qualquer ato danoso cometido por ele a terceiro(s) na realização de seus serviços profissionais prestados.


Dano Moral


Reclamados por terceiros, desde que resultantes de evento coberto e qualificado como ato de negligência, ação ou emissão inerente à prática profissional.


Custos de comparecimento ao tribunal


Reembolsa as despesas, considerando os custos para cada dia que for preciso comparecer a julgamento.


Custo de restituição de imagem


Cobre os custos de restituição da imagem do segurado em consequência de uma reclamação.


Responsabilidade solidária


Garante as perdas financeiras decorrentes de qualquer ato danoso cometido por qualquer empregado independente, ou subcontratado ou pessoa contratada para a prestação de um serviço.


Difamação, calúnia e injúria


Cobre as perdas relacionadas a qualquer reclamação de terceiros sobre difamação, calúnia e injúria feita involuntariamente pelo segurado durante a atividade profissional.


Extravio, roubo ou furto de documentos


Cobre as perda relacionadas a danos de documentos de clientes que tenham sido destruídos, danificados, perdidos, alterados, roubados ou extraviados.


Ato desonesto de empregados


Cobre as perda relacionadas a qualquer reclamação de terceiros contra o segurado, a respeito de conduta de má-fé de algum empregado em sua atividade profissional.


Violação de privacidade


Cobre as perda relacionadas a qualquer reclamação de terceiros por violação de direitos de privacidade cometida pelo segurado.


Franquia no seguro profissional


Assim como no seguro de carro, seguro residencial e até mesmo no seguro de vida, o seguro profissional também possui franquiasbque serão cobradas no momento do sinistro.


A franquia no seguro de responsabilidade civil é a dedutível, quando o valor a ser pago pelo cliente é deduzido da sua indenização. Ou seja, o segurado(a) não precisa pagar para receber, pois ela será descontada automaticamente.


Na prática, se o profissional sofre uma ação de R$ 30 mil e, considerando a franquia dedutível de 15%, logo o valor que será indenizado será de R$ 25.500,00. O valor restante de R$ 4.500,00 será a parte de responsabilidade do segurado(a).


O que um seguro profissional não cobre?


Confira abaixo os riscos excluídos dentro do seguro profissional. Aqueles que a seguradora poderá gerar negativa da prestação da cobertura em caso de sinistro:


1. Elaboração de orçamentos, estimativas ou avaliação prévia do custo dos serviços profissionais;


2. Violação das leis concernentes à concorrência desleal ou à violação da ordem econômica;


3. Um ato danoso destinado a assegurar ou que assegure o ganho de lucro ou vantagem ao qual o segurado(a) não tenha direito;


4. Um ato ilícito doloso ou culpa grave equiparável ao dolo praticado pelo segurado(a) ou com sua conivência, auxílio, favorecimento ou tolerância, incluindo: desonestidade e fraude, ou infração criminal de lei ou norma.


5. Uma prática indevida, no âmbito da relação profissional, efetiva ou alegada, que a título enunciativo possa consistir em discriminação, assédio ou em represálias, ou demissão;


6. Qualquer forma de discriminação ou assédio voluntário ou sistemático, motivado por raça, crenças, religião, origem étnica, nacionalidade, idade, deficiência, sexo, orientação sexual ou gravidez;


7. Falência, insolvência, recuperação, judicial ou extrajudicial ou liquidação de qualquer segurado(a) ou qualquer empresa, entidade ou organização, direta ou indiretamente ligada ao segurado(a), por contrato ou qualquer outro tipo de acordo;


8. Danos decorrentes, mas não se limitando a fenômenos da natureza, tais como chuva, vendaval, furacão, ciclone, tornado, queda de granizo, tempestade, raio;


9. Ação ou investigação de órgão do governo, comissão ou organismo público com funções de tutela, inspeção, regulação ou de controle;


10. Obrigação contratual assumida ou aceitada pelo segurado(a) que vai além das obrigações que o segurado(a) é responsável nos termos da lei, princípios gerais do direito e das normas de serviços profissionais relacionados à responsabilidade contratual;


11. Atraso na execução ou incapacidade para executar, completar ou concluir o serviço profissional, salvo se o referido atraso ou incapacidade resulte de ato danoso do segurado(a);


12. Lesão física, doença ou falecimento de uma pessoa contratada ou em estágio profissional com o segurado(a) ou qualquer incumprimento por parte do segurado(a) de suas obrigações para com os empregados derivadas da sua condição de empregador;


13. Reclamações não relacionadas à prestação de serviço do segurado(a);


14. Ausência de habilitação, licença ou registro profissional;


15. Terrorismo.